CASAL MEIA IDADE FELIZ

O número de brasileiros com artrose deve crescer mais de 25% nos próximos 3 anos. A doença, que afeta as cartilagens das articulações, já atinge 12,3 milhões de brasileiros. É um prognóstico alarmante. São milhares de pessoas convivendo com as dores, as dificuldades e as limitações impostas pela doença.

Para chegar a esses números foi feito um estudo onde foram entrevistados 2.282 médicos que forneceram informações estatísticas sobre a doença e seu tratamento na prática clínica. Os dados encontrados mostraram que a ARTROSE é mais prevalente na articulação do JOELHO porque é a articulação que suporta as maiores cargas.

Também conhecida como osteoartrite, a artrose é uma doença causada por diversos fatores, entre eles o excesso de peso – um problema crescente em todo o mundo – e a ocorrência de lesões na articulação afetada.

In this illustration, knee joint osteoarthritis is seen showing disease progression from superficial to deep. REUTERS/Newscom/Handout

Na artrose do joelho a cartilagem da articulação se desgasta.

O problema pode começar com uma pequena fissura na cartilagem. Com o envelhecimento e conforme o esforço exigido da região afetada, a lesão cresce e pode provocar o amoleciamento do tecido que envolve a articulação, perda de cartilagem e diminuição do espaço articular entre os ossos – eles passam a se chocar entre si, o que pode provocar um processo de esclerose no osso, além do aparecimento de cistos. Quando a doença chega a estágios avançados, em muitos casos a única solução é a substituição das articulações por próteses.

A ARTROSE É UMA DOENÇA EXTREMAMENTE INCAPACITANTE. 

E nossa população está envelhecendo, estamos vivendo mais tempo com a doença. É preciso evitar ao máximo a colocação de prótese no paciente. O Brasil está em 2º lugar entre os países com mais pessoas afetadas pela artrose no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. No entanto, apenas 42% dos pacientes têm o diagnóstico, apontou o levantamento. O restante, nem sabe que tem a doença, apesar de ela ser facilmente diagnosticada por meio de exames clínicos e de imagem.

Embora as mulheres sejam mais afetadas pela artrose do que os homens – em média, 5% a mais – neles a doença aparece mais cedo. O número se iguala, porém, quando elas entram na menopausa. A artrose é mais frequente nas faixas etárias acima dos 30 anos, com maior significância na população acima dos 60. Segundo o levantamento, 69% dos pacientes com atrose estão em tratamento.

O tratamento com melhor resultado precisa combinar exame clínico adequado, medicamentos de última geração e um lado não-farmacológico que inclui conscientizar corretamente o paciente, além da realização de exercícios físicos.

O estudo foi feito em parceria com quatro importantes sociedades médicas: Sociedade Brasileira de Reumatologia, Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação e Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho.

É muito importante que o paciente procure um ortopedista especialista assim que sentir algum incômodo ou desconforto nos joelhos. Dor, inchaço e crepitações nos joelhos, por exemplo, não são normais. O diagnóstico, quando feito precocemente, pode evitar grandes transtornos para o paciente no futuro. Existem interessantes opções modernas de tratamento para a doença.

Veja também:

POR QUE A GOTA ATACA O JOELHO?

5 FATOS IMPORTANTES SOBRE ARTROSE NO JOELHO

SUBCONDROPLASTIA

CIRURGIA DE MENISCO DO JOELHO

USO DO TENS PARA O JOELHO

LEITE É BOM PARA MULHERES COM ARTROSE NO JOELHO

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA É ESSENCIAL PARA AVALIAR O JOELHO

CARTILAGEM DO JOELHO NÃO SE REGENERA

JOELHO QUE SAI DO LUGAR

QUANTO CUSTA UMA CIRURGIA DE JOELHO?

 

AGENDAMENTO DE CONSULTAS

Telefone: (41) 3121-8787

WhatsApp: (41) 98824-3384

Email: [email protected]

Agendar consulta: CONSULTAS

Convênios médicos: PLANOS DE SAÚDE

Formulário: FALE CONOSCO

Consultórios: NOSSA LOCALIZAÇÃO

Conheça Curitiba: CURITIBA