A fabela é um osso sesamóide que se localiza atrás do joelho, dentro do tendão do ventre lateral do músculo gastrocnêmio. Apenas 20% das pessoas em geral apresentam esse ossículo.

A sua importância se deve a que ela pode ser confundida num exame de RX com algum fragmento ósseo solto dentro da articulação ou então ser uma causa de dor persistente na região posterior do joelho, que chamamos de SÍNDROME DA FABELA.

O melhor exame para diagnosticar a síndrome da fabela é a ressonância magnética, que permite visualizar a fabela e todo o processo inflamatório que se forma ao seu redor.

Na maioria dos casos o tratamento da síndrome da fabela é conservador, com repouso, anti-inflamatórios e fisioterapia. Mas casos resistentes ao tratamento clínico podem precisar de cirurgia, que consiste na retirada da fabela.